Déafio band's - Country rock fusion

 

CHRISTOPHE ROUI (Empresário):

FRANÇA:

30, PROMENADE CLAUDE NOGUE  66820 VERNET LES BAINS TEL 0033 621 512 416 E-MAIL : Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo.

BRASIL:

GIOVANNI FIORINI Empresário: Giovanni Fiorini Fones: 55(31) 37186354 - Oi 55(31)987588915 - Claro 55(31) 982313028 - Vivo 55(31)997665495

Produtor: IAN VEIGA

Escritório: Av. Professor Mário Werneck, 2240 - Bairro Buritís - Belo Horizonte - MG - Brasil.

Cep: 30.575-180

Fones:

55(31) 3245 5432 - Escritório

Oi 55(31) 99822 4161

Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo.

 

AGENDA:

Este ano de 2019 vai ter o lançamento de 03 trabalhos da minha nova Banda Déafio, que é formada pela Cantora Andréia Rincon, O Baixista Daniel Breder, um Percursionista e com um novo produtor Ian Veiga, sendo um no estilo COUNTRY ROCK FUSION, um INFANTIL, outro CLÁSSICO e no ano de 2020 uma parceria com Christophe Roui em outro trabalho pop country.


Cantor e Compositor, Giovanni Fiorini completa 41 anos de carreira, formou sua nova banda a "Déafio", que neste ano de 2019 vai lançar seu primeiro Disco, que leva o nome Mola. O trabalho está sendo divulgado através do seu empresário Roui Christophe na França e pelo novo produtor da banda Ian Veiga da Solsete de Belo  Horizonte. O trabalho é a mistura de Country Rock Fusion, Baião e Clássico.

"Nasci no dia 31 de Janeiro de 1964, na cidade de Belo Horizonte, Minas Gerais. Em 1974 ganhei do meu pai, meu primeiro violão, quem me ensinou os primeiros acordes, mas o maior incentivo veio da minha mãe, a Dra. Nadir Guimarães Beltrão (Médica e Poetisa). Fui o fundador e produtor de todas as bandas que passei durante minha carreira.  Em 1975 fiz minha primeira parceria, que se chamava dupla Orione. Em 1978 montei minha primeira banda (Grupo Goiaba) com o amigo Romeu Scarponi (Cantor e Baixista), esta banda mais tarde, veio a se chamar “Avis Rara”. O Avis Rara tocava o melhor do Country Rock e Jazz Rock. Fizemos vários shows na Capital Belo Horizonte e cidades do Interior de Minas. Em 1981 Estudei música na Escola Berenice Menegalli, além de aulas particulares de solfejo com o um excelente professor, S.r. Otávio. Ingressei na EFAP e estudei mais 2 anos. Em 1983 fiz curso de técnica vocal com o professor Eládio do Rio de Janeiro. 1985. Mudei para Rondônia e tive contato direto com a Floresta Amazônica, onde vivi por dois anos. 1987. Mudei para Ouro Preto, onde fiz faculdade de Letras e Conheci o Francês Roui Christophe, que se tornou meu empresário e parceiro em algumas músicas. Formei o “Mexido Francês”, tocávamos composições próprias com letras em francês (Show no Caem) e no PIC em Belo Horizonte. Em 1988 mudei para Fortaleza no Ceará e compus trilhas sonoras para o Nace que na época estava em parceria com uma empresa de cinema do Canadá. Tenho duas trilhas editadas entre elas Tiano Botija e a Lenda da Pedra Bonita. Nesta época chamei o grupo Asa Branca (Que tinha o famoso Azeitona na sanfona) para participar das gravações. Passado 1 ano, fundei o “The Cows”, que contou com vários músicos cearenses, entre eles o Guitarrista Gerardo Gondinho, o Guitarrista Ronald Carvalho, o Baixista Luiz Miguel, o Baterista Aristídes Cavalvante, e vários estrangeiros, dentre eles a Cantora Inglesa Katerine Wilkson. Nesta época, uma excelente cantora Andréa Rincon também fez parte da banda por quase um ano e nesta época mudou-se para Europa. O The Cows permaneceu fazendo shows pela capital e interior de estados como Paraíba, RN, Pernambuco e Alagoas, pôr 2 anos consecutivos. Neste período conheci Claudia que se tornou produtora do The Cows. Em 1991 me mudei para Belo Horizonte e o THE COWS mudou quase todos membros. Em 1992 mudei Pará de Minas. Raquel passa a ser produtora da banda. Continuei fazendo shows com o nome de The Cows até o ano de 1993, quando mudei para Barbacena, MG, onde fiquei tocando durante 6 meses no Hirondelles Fort Country. No mesmo ano mudei para Juiz de Fora e conheci Paula Rezende. Com Paula Rezende, formamos uma nova banda, o Fortress, que mais tarde passou a se chamar Giovanni Fiorini & Paula Rezende. Montei um trabalho (Na época conheci Jô, que cuida da produção da banda pôr um tempo) e fizemos shows pôr Minas e norte do Brasil. Grande Mudança. Em 1994 fui para Roraima onde produzi uma peça teatral com a ajuda de Ivoneide, que percorreu a região norte. No mesmo ano mudei para Manaus onde Criei o Projeto “Conheça o Teatro Amazonas” (8 meses seguido). Realizei vários eventos, dentre eles a maior festa Country do Amazonas no Tropical Hotel de Manaus. Em 1995 comecei a trabalhar com turismo e viajei para vários lugares no mundo como E.U.A, Europa Ocidental, América do Sul (principalmente Chile) e várias Ilhas do Caribe, conciliando shows com turismo. Durante este período chamei Paula Rezende para alguns shows em Manaus. A experiência adquirida valeu muito para minha carreira. Neste mesmo período conheci Rocinéia Ramos que passa a fazer parte da produção. Em 1999 criei o Projeto TVE (Teatro Vai à Escola) um projeto que mistura humor e ecologia. Em 2000, contratei os Humoristas Nivaldo Motta, Wellington Mannia e João Bosco Tammer que também passam a participar do projeto como atores. No final de 2000 mudei para Belo Horizonte. 2001. Conheci Mônica Nunes e com ela montei uma produtora de shows e espetáculos. Produzimos Anjinho e Ricochete (Dupla cômica do Amazonas) que levamos para Belo Horizonte, juntamente com os meus shows. 2001. Show em Barretos (O guitarrista neste show foi Márcio Alves que hoje está com Leonardo e a cantora Paula Rezende). 2002. Mudei para Curvelo e formei a Fiorini’s Band (Os irmãos gêmeos Gil franca e Dil franca participavam, juntamente com Márcio Spezialli, as cantoras Fernanda e Ariadna, mais tarde Jéssica Lima). Em 2008 passei a usar meu próprio nome e a dedicar somente as minhas composições. Em 2011 eu e Christophe Roui, decidimos levar o trabalho para a Europa, ficando eu com a produção e divulgação. Em 2013 conheci o baixista Daniel Breder no qual se tornou um grande parceiro no trabalho.2014 a 2018, compondo. Em 2019 com a volta da Cantora Rincon da Alemanha, montei uma nova banda, a "Déafio" que conta com Giovanni Fiorini ( Composições, arranjos, voz e violão), Ancréa Rincon ( Voz) e Daniel Breder ( Baixo). Entrego o meu cardo de produtor no Brasil para Ivan Veiga da Solsete de Belo Horizonte e continuo empresário da banda, vamos gravar neste primeiro semestre o nosso primeiro trabalho juntos que vai se chamar Mola.

 

Nasci no dia 31 de Janeiro de 1964, na cidade de Belo Horizonte, Minas Gerais. Em 1974 ganhei do meu pai, meu primeiro violão, quem me ensinou os primeiros acordes, mas o maior incentivo veio da minha mãe, a Dra. Nadir Guimarães Beltrão (Médica e Poetisa). Fui o fundador e produtor de todas as bandas que passei durante minha carreira.  Em 1975 fiz minha primeira parceria, que se chamava dupla Orione. Em 1978 montei minha primeira banda (Grupo Goiaba) com o amigo Romeu Scarponi (Cantor e Baixista), esta banda mais tarde, veio a se chamar “Avis Rara”. O Avis Rara tocava o melhor do Country Rock e Jazz Rock. Fizemos vários shows na Capital Belo Horizonte e cidades do Interior de Minas. Em 1981 Estudei música na Escola Berenice Menegalli, além de aulas particulares de solfejo com o um excelente professor, S.r. Otávio. Ingressei na EFAP e estudei mais 2 anos. Em 1983 fiz curso de técnica vocal com o professor Eládio do Rio de Janeiro. 1985. Mudei para Rondônia e tive contato direto com a Floresta Amazônica, onde vivi por dois anos. 1987. Mudei para Ouro Preto, onde fiz faculdade de Letras e Conheci o Francês Roui Christophe, que se tornou meu empresário e parceiro em algumas músicas. Formei o “Mexido Francês”, tocávamos composições próprias com letras em francês (Show no Caem) e no PIC em Belo Horizonte. Em 1988 mudei para Fortaleza no Ceará e compus trilhas sonoras para o Nace que na época estava em parceria com uma empresa de cinema do Canadá. Tenho duas trilhas editadas entre elas Tiano Botija e a Lenda da Pedra Bonita. Nesta época chamei o grupo Asa Branca (Que tinha o famoso Azeitona na sanfona) para participar das gravações. Passado 1 ano, fundei o “The Cows”, que contou com vários músicos cearenses, entre eles o Guitarrista Gerardo Gondinho, o Guitarrista Ronald Carvalho, o Baixista Luiz Miguel, o Baterista Aristídes Cavalvante, e vários estrangeiros, dentre eles a Cantora Inglesa Katerine Wilkson. Nesta época, uma excelente cantora Andréa Rincon também fez parte da banda por quase um ano. O The Cows permaneceu fazendo shows pela capital e interior de estados como Paraíba, RN, Pernambuco e Alagoas, pôr 2 anos consecutivos. Neste período conheci Claudia que se tornou produtora do The Cows. Em 1991 me mudei para Belo Horizonte e o THE COWS mudou quase todos membros. Em 1992 mudei Pará de Minas. Raquel passa a ser produtora da banda. Continuei fazendo shows com o nome de The Cows até o ano de 1993, quando mudei para Barbacena, MG, onde fiquei tocando durante 6 meses no Hirondelles Fort Country. No mesmo ano mudei para Juiz de Fora e conheci Paula Rezende. Com Paula Rezende, formamos uma nova banda, o Fortress, que mais tarde passou a se chamar Giovanni Fiorini & Paula Rezende. Montei um trabalho (Na época conheci Jô, que cuida da produção da banda pôr um tempo) e fizemos shows pôr Minas e norte do Brasil. Grande Mudança. Em 1994 fui para Roraima onde produzi uma peça teatral com a ajuda de Ivoneide, que percorreu a região norte. No mesmo ano mudei para Manaus onde Criei o Projeto “Conheça o Teatro Amazonas” (8 meses seguido). Realizei vários eventos, dentre eles a maior festa Country do Amazonas no Tropical Hotel de Manaus. Em 1995 comecei a trabalhar com turismo e viajei para vários lugares no mundo como E.U.A, Europa Ocidental, América do Sul (principalmente Chile) e várias Ilhas do Caribe, conciliando shows com turismo. Durante este período chamei Paula Rezende para alguns shows em Manaus. A experiência adquirida valeu muito para minha carreira. Neste mesmo período conheci Rocinéia Ramos que passa a fazer parte da produção. Em 1999 criei o Projeto TVE (Teatro Vai à Escola) um projeto que mistura humor e ecologia. Em 2000, contratei os Humoristas Nivaldo Motta, Wellington Mannia e João Bosco Tammer que também passam a participar do projeto como atores. No final de 2000 mudei para Belo Horizonte. 2001. Conheci Mônica Nunes e com ela montei uma produtora de shows e espetáculos. Produzimos Anjinho e Ricochete (Dupla cômica do Amazonas) que levamos para Belo Horizonte, juntamente com os meus shows. 2001. Show em Barretos (O guitarrista neste show foi Márcio Alves que hoje está com Leonardo e a cantora Paula Rezende). 2002. Mudei para Curvelo e formei a Fiorini’s Band (Os irmãos gêmeos Gil franca e Dil franca participavam, juntamente com Márcio Spezialli, as cantoras Fernanda e Ariadna, mais tarde Jéssica Lima). Em 2008 passei a usar meu próprio nome e a dedicar somente as minhas composições. Em 2011 eu e Christophe Roui, decidimos levar o trabalho para a Europa, ficando eu com a produção e divulgação. Durante este período conheci o baixista e Daniel Breder e tentamos formar um trabalho, mas por falta de componentes para o projeto fez com que eu voltasse definitivamente para a carreira solo. Neste ano de 2015, estarei lançando dois CD'S, Um instrumental e pop e outro infantil.

Parceiros:

Clin Life